Recomeço anual

2016, nem sei por onde começar…

Não foste um ano perfeito, mas conseguiste ser muito mais espetacular do que 2015. Tudo o que foi mau em 2015, tu conseguiste superar. Não trataste mal nenhum dos meus quatro seres humanos preferidos no Mundo, apesar de que podias ter sido um pouquinho mais brando com um deles. Podia não ter sido assim… Os amigos não me roubaste nenhum, aliás deste-me mais um ou dois, e cada vez mais sei que no que toca a este assunto, quantidade não significa mesmo qualidade. O resto da família continua bem, sendo que há alguns baixos que acabam sempre por acontecer. Quanto ao resto, não há mais nada que seja tão relevante na minha vida como isto e, por isso, o meu ano já tinha sido ótimo só por aqui.

Foi um ano cheio, mas no fim de contas é aquilo que aprendemos e os momentos que vivemos que levamos desta vida. Posso dizer com toda a certeza que 2016 foi uma espécie de “warm-up” para o que aí vem. Aprendi imenso, evoluí e 2017 só poderá ser ainda mais incrível com o que levo de 2016.

Gosto de encarar o dia 1 de Janeiro como uma espécie de novo recomeço da vida que levamos, como mais uma oportunidade de mudar hábitos, de fazer coisas que gostávamos de ter feito, mas que, por alguma razão, não fizemos ainda, de conhecer gente nova, conhecer sítios novos.  Como uma nova oportunidade de sermos melhor com os outros, de sermos melhor connosco próprios, de sermos melhor com a vida no geral. É cliché, há quem ache que não faz sentido, mas eu gosto de encarar o novo ano como uma página em branco para ser aquilo que quero realmente ser. Daqui a umas horas, quando abrir o champanhe e engolir as passas (sim, porque eu engulo-as, não dá de outra forma) estarei tão feliz como estava há precisamente um ano atrás, rodeada das pessoas mais importantes que tenho, na minha cidade do coração. 2017 só pode ser espetacular e eu farei de tudo para que consiga crescer mais, evoluir mais, aprender mais, ser melhor com os outros, mas sobretudo ser muito melhor comigo própria. Venha de lá essa noite linda para entrar nesse novo ano com tudo o que tenho.

Anúncios

1 Comment

  1. Perece-me muito bem: Usar a “passagem”como introspecção. (Quase sempre) só mesmo parando, olhar para trás e humildemente conseguir VER poderás caminhar, andar até correr e chegar lá – seja onde for !

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s